(21) 2244-2698 sepai@uol.com.br

SOBRE O SEPAI

 SANTA CASA DA MISERICORDIA DO RJ

Apesar de ter sido motivo de controvérsias durante muitos anos, a data de fundação do Hospital Geral da Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro foi oficialmente fixada em 24 de março de 1582, em sessão de Mesa e Junta realizada em nove de março de 1967.
Foi fundado pelo Padre Anchieta e como instituição filantrópica, sem fins lucrativos, possui 5 Hospitais, entre eles, o Hospital São Zacharias que foi referência até recentemente no atendimento infantil, em especial, na área de ortopedia. O Hospital geral situado na rua Santa Luzia foi Centro de Referência da cidade em várias especialidades, apesar de todas as dificuldades. Sua principal fonte de recursos é o SUS, possuindo alguns serviços, 16 salas de cirurgia e vários ambulatórios.
 
O HOSPITAL SÃO ZACHARIAS 
 
Iniciou suas atividades para atendimento infantil e primeiramente localizava-se no morro do Castelo, no centro da cidade do Rio de Janeiro. Com o desmonte do morro, na década de 20, a Santa Casa acrescentou mais investimentos à indenização de 500 contos de réis, quando erigiu o novo hospital à entrada do atual Túnel Novo, em Botafogo.
 

SEPAI – Serviço de Psicanálise em Atenção à Infância e a Família

A criação do Serviço de Psicanálise em Atenção à Infância e a Família – SEPAI no Hospital São Zacharias aconteceu no ano de 2004, levando em consideração a responsabilidade social do Hospital com a comunidade onde estava inserido, e deu-se em função da necessidade identificada pela Direção do Hospital de ampliar as atividades realizadas pelo serviço de psicologia.
As atividades do SEPAI foram iniciadas pelos Psicanalistas Silas Cabral Bourguignon e Marcia Hassen. Logo foi identificada a necessidade de mais profissionais na equipe, tendo em vista a demanda nas atividades clínicas ambulatórias e a necessidade do desenvolvimento de acolhimento psicológico junto aos demais Serviço do Hospital. Existia uma carência de procedimentos terapêuticos com a criança e a família nas unidades(s) do hospital, bem como atendimento de pacientes externos que demandavam tratamento ao Hospital. Dr.  Adelson Vilela Costa, diretor do Hospital, com sua acurada sensibilidade aos problemas da alma humana, apreço pela psicologia e a psicanálise, nos solicitou formas de capacitação, e por conseguinte, aumento no quadro de estagiários para implementação das atividades clínicas.
 
 

CRIAÇÃO DOS CURSO de  EXTENSÃO e ESPECIALIZAÇÃO LATO SENSU

 

EXTENSÃO

Sempre foi tradição da Santa Casa a transmissão, o ensino, a especialização e formação de profissional, com atividades clinicas para alunos e profissionais. Nossa primeira atividade de capacitação foi a criação do Curso de extensão Psicanálise com Crianças: Intervenção Precoce, com duração de 300 horas/aulas, desta forma, poderíamos identificar alunos que poderiam realizar as atividades clinicas demandadas.
Em abril de 2004, o SEPAI forma com a CAE – Coordenação de Assuntos Educacionais do Hospital, a primeira turma com vinte alunos e aulas às sextas feiras. O curso era realizado em dois módulos. Ao fim do primeiro módulo os alunos habilitados poderiam dar início às atividades clínicas. Assim, implementamos as atividades do SEPAI.
No ano de 2005 formamos duas turmas com aulas às sextas feiras e sábados respectivamente.
 
 

PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU 

 

PSICANALISE COM CRIANÇAS: INTEREVEÇÃO PRECOCE

 
No desenvolver das atividades do SEPAI, através das supervisões realizadas, identificamos que o Curso de extensão com duração de dois semestres era insuficiente para as atividades clínicas que desenvolvíamos. A especialidade que a clínica com crianças exige, em especial, a clínica psicanalítica, levou-nos a transformar em 2006 o curso de extensão em especialização lato sensu com 542 hora/aula. A realização do curso passou então a acontecer em três semestres com aulas sextas feiras e sábados.
Aprovação e Credenciamento do Curso – Conselho Federal de Psicologia
Embora a Santa Casa já tivesse autorização para o oferecimento de cursos de pos graduação lato sensu em Psicologia Clínica, também tivemos credenciamento no Conselho Federal de Psicologia. Após Vistoria de todo o Projeto do Curso, incluindo Salas de aula, Biblioteca, Laboratório de informática e Consultórios), conforme Resolução CFP 013/2007, o Curso foi aprovado e credenciado pelo Conselho de Psicologia.
 

PSICANÁLISE E SAÚDE MENTAL

Com passar do tempo, com as demandas de atendimento clínico que nos chegavam, com a experiência de nossos professores com a rede de Saúde Mental da cidade, e além disto, com a procura por especialização na área, resolvemos criar em 2014 a Pos graduação em Psicanalise e Saúde Mental. Hoje realizamos atividades articuladas a Rede de Saúde Mental da cidade do Rio de Janeiro onde nossos alunos podem realizar estágio clínico.
 
 
Para nossa satisfação, o SEPAI possui em seu Corpo Clínico professores e psicanalistas com longa experiência, além de alunos qualificados que realizam estagio. Atualmente, estando o Hospital São Zacharias fechado para obras, funciona na Rua da Quitanda, 3, grupo 506, Centro, Rio de Janeiro
 
 

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES – UCAM

Os Cursos há aproximadamente 7 anos, devido mudança na legislação do MEC, mesmo acontecendo até recentemente nas dependências do Hospital, têm a responsabilidade acadêmica da Universidade Cândido Mendes, sendo em ato continuo protagonizados pelo SEPAI, valido ressaltar, por ter nascido no São Zacharias, e por conseguinte, seu notório e reconhecido saber.
 

COORDENAÇÃO

Silas C. Bourguignon, psicanalista com estudos aprofundados em Psicanálise, Psicologia Clínica e Saúde Mental. Publicou vários artigos em revistas científicas especializadas e jornais. Professor da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa da Universidade Candido Mendes, onde coordena os Cursos de especialização Psicanálise com Crianças: Intervenção Precoce e Psicanálise e Saúde Mental. Como subsecretário de estado, presidiu o CEAD – Conselho Estadual Antidrogas, órgão de elaboração de políticas de prevenção e tratamento ao uso e abuso de drogas.

Fechar Menu